Fratura do Calcâneo

Fratura do Calcâneo

divider pequeno

Uma fratura do calcâneo, ou do calcanhar, pode ser uma lesão dolorosa e incapacitante. Este tipo de fratura ocorre geralmente durante um acidente com uma pancada muito forte – como um acidente de carro ou queda de uma escada – quando o calcanhar é esmagado sob o peso do corpo. Quando isso ocorre, o calcanhar pode alargar, encurtar e ficar deformado.

 

As fraturas no calcanhar podem ser bastante graves. O tratamento geralmente envolve uma cirurgia para reconstruir a anatomia normal do mesmo e restaurar a mobilidade para que os pacientes possam retornar à atividade normal. Mas mesmo com um tratamento adequado, algumas fraturas podem resultar em complicações a longo prazo, como dor, inchaço, perda de movimento e artrite.

 

As fraturas de calcanhar são incomuns. As fraturas dos ossos metatarsais representam apenas cerca de 2% de todas as fraturas adultas e apenas metade das fraturas dos ossos metatarsais são fraturas do calcâneo.Fratura do Calcâneo

 

Uma fratura pode fazer com que o osso do calcanhar se alargue e encurte. Em alguns casos, também pode entrar na articulação subtalar no pé. Quando isso ocorre, o dano à cartilagem articular que cobre a articulação pode causar complicações a longo prazo, como dor crônica, artrite e perda de movimento.

 

A gravidade de uma lesão no calcanhar depende de vários fatores, incluindo:

 

  • O número de fraturas;
  • A quantidade e o tamanho dos fragmentos de osso quebrados;
  • O quão deslocado está – Em alguns casos, as extremidades quebradas dos ossos se alinham quase corretamente. Em fraturas mais severas, pode haver uma grande diferença entre as peças quebradas, ou os fragmentos podem se sobrepor uns aos outros;
  • A lesão nas superfícies da cartilagem na articulação subtalar;
  • A lesão nos tecidos moles circundantes, como músculo, tendões e pele.

 

Quando o osso se rompe e os fragmentos saem através da pele ou se uma ferida penetra no osso, a fratura é chamada de fratura “aberta”. Uma fratura aberta geralmente causa mais danos aos músculos, tendões e ligamentos circundantes e leva mais tempo para curar. As fraturas abertas apresentam maior risco de infecção tanto na ferida quanto no osso. É necessário um tratamento imediato para limpar a ferida e prevenir a infecção.

Causa da Fratura do Calcâneo

divider pequeno

O calcanhar é frequentemente fraturado durante uma:

 

  • Queda de uma grande altura;
  • Lesão no tornozelo;
  • Acidente de trânsito.

 

Fratura do CalcâneoA gravidade de uma fratura pode variar. Por exemplo, uma simples torção do tornozelo pode resultar em uma única rachadura no osso. A força de uma colisão frontal de carro, no entanto, pode fazer com que o osso seja quebrado.

 

Fraturas semelhantes podem vir de mecanismos diferentes. Por exemplo, se você cair de pé, o peso do seu corpo é direcionado para baixo. Isso conduz o osso do tálus diretamente no calcanhar. Em um acidente com carros, o calcanhar é conduzido contra o tálus e pode ser esmagado contra o assoalho. Em ambos os casos, os padrões de fratura são semelhantes. Quanto maior o impacto, mais o calcanhar é afetado.

Sintomas da Fratura do Calcâneo

divider pequeno

Os pacientes com fraturas de calcâneo geralmente tem:

 

  • Dor no local;
  • Contusões;
  • Inchaço;
  • Deformidade do calcanhar;
  • Incapacidade de colocar o peso no calcanhar ou andar.

 

Com algumas fraturas menores de calcanhar, a dor pode não ser suficiente para evitar que você ande. Isso ocorre porque seu tendão de Aquiles atua através do calcâneo para suportar seu peso corporal. Se, no entanto, seu calcanhar for deformado pela lesão, seu músculo e seu tendão não conseguem gerar energia suficiente para suportar seu peso. Você se sentirá instável e caminhará de maneira diferente.

Precisa de uma clínica para tratar suas fraturas? Marque uma consulta conosco!

Exame Médico para Diagnosticar Fratura do Calcâneo

divider pequeno

É importante que diga ao seu médico as circunstâncias da sua lesão. Por exemplo, se você caiu de uma escada, como caiu.

 

Também é importante que diga ao seu médico se você tem outras lesões ou problemas médicos, como diabetes, se você toma medicamentos ou fuma.

 

Depois de discutir seus sintomas e histórico médico, seu médico realizará um exame cuidadoso. Ele irá:

 

  • Examinar o pé e o tornozelo para ver se sua pele foi danificada ou perfurada pela lesão.
  • Verificar o pulso nos pontos-chave do pé para se certificar de que há um bom suprimento de sangue nos pés.
  • Verifique se você pode mover os dedos dos pés e pode sentir as coisas no fundo do pé.
  • Determinar se você feriu outras áreas do seu corpo examinando o resto do corpo.

 

Estudos de imagem como raio-x e a tomografia ajudarão a confirmar o diagnóstico de uma possível fratura no calcanhar.

Tratamento para Fratura do Calcâneo

divider pequeno

O médico irá considerar vários fatores para decidir seu tratamento, incluindo:

 

  • A causa da sua lesão;
  • Sua saúde geral;
  • A gravidade da sua lesão;
  • A extensão do dano ao tecido mole.

 

Como a maioria das fraturas do calcanhar faz o osso se alargar e encurtar, o objetivo do tratamento é restaurar a anatomia normal do calcanhar. Em geral, os pacientes cuja anatomia normal do calcanhar é restaurada têm melhores resultados. Na maioria dos casos, recriar a anatomia do calcanhar envolve cirurgia. O seu médico irá discutir as diferentes opções de tratamento com você.

Complicações da Fratura do Calcâneo

divider pequeno

Muitas vezes ocorrem algumas complicações com fratura do calcâneo. As complicações mais leves são:

 

  • Pequenas áreas de cura retardada por conta das feridas;
  • Irritação do nervo em torno da incisão;
  • Irritação do tendão;
  • Rigidez articular;
  • Dor crônica;
  • Inchaço crônico.

 

As principais complicações incluem:

 

  • Falha na ferida para curar;
  • Infecção;
  • Artrite pós-traumática (com ou sem cirurgia).

 

É importante dizer ao médico se você é fumante. O tabaco afeta a cicatrização de ossos e feridas. Com ou sem cirurgia, seu osso pode demorar mais para sarar se você fuma.Fratura do Calcâneo

 

Geralmente é necessária uma cirurgia adicional em casos de infecção ou complicações de cicatrização de feridas. Se todas as tentativas de resolver uma infecção falharem, pode ser necessária uma amputação.

 

Se a sua lesão for menor, como uma rachadura no osso com pouco dano muscular, você poderá retomar as atividades normais de 3 a 4 meses após a cirurgia. Se a sua fratura é grave, pode levar de 1 a 2 anos antes da recuperação estar completa.

 

Apesar dos melhores esforços do médico e do paciente, o movimento normal do pé e do tornozelo raramente é recuperado após uma fratura grave e os pacientes normalmente não retomam seu nível de função pré-lesão. Um paciente que não é muito ativo pode viver bem com um pé que não é normal. Por outro lado, um paciente cujo trabalho ou atividades recreativas exigem muita caminhada ou escalada sofrerá mais.